28 de jan de 2011

Pulpite



Olá, mudamos este texto para o endereço  http://pulpite.blog.br/?p=686 convido a mais um clique e veja do que se trata a Pulpite. 
Abraços, 
Geisson.

4 comentários:

Dra Celia Grilli Barral disse...

Adorei e achei muito didático. Resumo: reversível paciente contente, irreversível vc contente (se for endodontista) rsrsrs
Apenas um adendo: ...‘pupite’ deve ter descoberto alguns textos que nada tem haver com inflamação... (o a ver é sem h, está no sentido de semelhança e não de existencia)

Geisson disse...

Obrigado Dra Ceila! Corrigi e vou deixar o seu comentário, importante para o meu feedback. Abraços!

cadu3788 disse...

EU POSSO TER UM INFILTRADO INFLAMATORIO CRONICO NUMA PULPITE REVERSIVEL?

Geisson disse...

Cadu, eu acredito que não. Clinicamente não podemos prever ou distinguir o infiltrado inflamatório no prognóstico da pulpite. Histologicamente sabemos que a pulpite torna-se irreversível logo após a fase vascular de hiperemia, onde o pouco infiltrado que existe resume-se aos neutrófilos.
No infiltrado crônico, rico principalmente por macrófagos, existe uma destruição tecidual intensa, que pela complexidade da polpa, a única hipótese de regeneração seria in vidro, com substituição do tecido nervoso por um fibroso onde se perderia definitivamente a função específica do primeiro.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...